Contorno Corporal
LIFT DOS BRAÇOS

Podemos encontrar maior flacidez nos braços em pessoas que apresentaram grandes oscilações do peso corporal, ou nas que sofreram grande perda ponderal como no pós-operatório de cirurgia bariátrica (cirurgia redutora do estômago). Além disso, com o avançar da idade também há perda da elasticidade da pele, ficando a mesma pendente ao se afastar os braços do corpo. O famoso sinal do “tchauzinho” é uma das queixas mais frequentes dos pacientes que procuram o Cirurgião Plástico para a realização do Lift de Braços.

Em pessoas com pequena flacidez e pequeno acúmulo de gordura nessa área, o tratamento pode ser feito com lipoaspiração, sem necessidade de ressecções de pele e de maiores cicatrizes.

Para os casos com moderado excesso de pele, principalmente, próximo à axila, a retirada do excesso de pele pode ser feita através de uma incisão apenas nas axilas.

Pacientes que apresentam flacidez acentuada necessitam de retirada do excesso de pele através de incisões nas axilas e na parte interna dos braços.

Logo, a cicatriz final pode variar em comprimento, dependendo da quantidade de excesso de pele a ser removida, assim como da preferência pessoal do(a) paciente e do julgarmos necessário para obter um bom resultado.

Os exames pré-operatórios incluem: sangue, urina, radiografia de tórax, eletrocardiograma.

As anestesias mais frequentemente utilizadas são: peridural ou geral.

A duração média da cirurgia é de 2 a 4 horas, com internação por 12 ou 24 horas. Ao final da cirurgia, haverá drenos (temporários) e curativo compressivo. Os pacientes têm alta usando malhas elásticas modeladoras, e manterá o uso das mesmas por 60 dias.

Geralmente, o pós-operatório é pouco doloroso utilizando-se os analgésicos prescritos e obedecendo-se às recomendações médicas. Requer um repouso de 15 a 20 dias, podendo após esse período retornar ao trabalho. As atividades que exijam esforço físico podem ser retomadas após cerca de 30-45 dias. Os pontos são retirados de 15 a 20 dias.

Perguntas Frequentes

A ressecção de pele na parte interna dos braços é sempre necessária?

Não. Como foi explicado anteriormente, os casos em que há apenas pequena ou moderada flacidez podem ser tratados com lipoaspiração ou ressecção de pele através da axila.

É verdade que as cicatrizes da parte interna dos braços têm maior tendência a alargarem?

É sim. A simples contração dos músculos para realizar tarefa cotidianas no pós-operatório provoca uma tração nas cicatrizes da parte interna dos braços, alargando-as. Fato semelhante ocorre na cicatriz do Lift de coxas quando utilizamos a musculatura dos membros inferiores para caminhar após a cirurgia.

Por este motivo, é necessário refletir antes da cirurgia se as cicatrizes resultantes realmente compensam a melhora obtida no contorno dos braços. Para diminuir essa tendência recomendamos evitar movimentos bruscos e abertura excessiva dos braços nos primeiros meses após a cirurgia.

Quais complicações podem acontecer?

Embora seja raras, podem ser passíveis de ocorrer: deiscências de sutura (abertura precoce dos pontos), seroma (acúmulo de fluido claro), hematoma (acúmulo de sangue), infecção, diminuição da sensibilidade (temporária na maioria das vezes), cicatrizes hipertróficas/queloides.

Todos os Procedimentos