Face
CIRURGIA PLÁSTICA DAS PÁLPEBRAS
Blefaroplastia

A cirurgia das pálpebras é chamada tecnicamente de Blefaroplastia. Pode ser realizada nas pálpebras superiores e nas inferiores. O objetivo principal é rejuvenescer as pálpebras tanto dos homens quanto das mulheres, restaurando sua forma e contorno.

A maioria dos sintomas é fruto da flacidez da pele, músculos orbiculares e ligamentos palpebrais, associados a um aumento e maior visibilidade dos compartimentos gordurosos (também conhecidos como bolsas). Estas alterações diminuem a abertura das pálpebras, fazendo os olhos parecerem menores, deixando você com uma aparência envelhecida e com um “olhar cansado”, chegando até a atrapalhar a visão em alguns casos. Nas mulheres, o excesso de flacidez dos tecidos pode também dificultar a utilização de maquiagem nos olhos.

Apesar de ser mais comumente realizada em pessoas com idade superior a 45 anos, alguns pacientes decidem ser submetidos à esta cirurgia numa idade mais precoce, minimizando os primeiros sinais de envelhecimento.

Ao remover o excesso de pele e bolsas gordurosas das suas pálpebras superiores e/ou inferiores, os olhos podem parecer maiores e menos cansados, recuperando o brilho e vigor do seu olhar.

Na sua consulta, as suas pálpebras serão cuidadosamente avaliadas para determinar que tipo de procedimento seria melhor para o seu caso. Além disso, você será questionado(a) sobre algumas condições que podem interferir no planejamento da cirurgia como: doenças da tireoide, “olhos secos”, doenças cardiovasculares, diabetes e glaucoma.

Os exames pré-operatórios incluem: sangue, urina, eletrocardiograma, radiografias do tórax.

As anestesias mais frequentemente utilizadas são: sedação associada à anestesia local, ou geral.

A duração média da cirurgia é de 2 a 3 horas, com internação por 12 ou 24 horas a depender de cada caso. Ao final da cirurgia, ambo os olhos estarão cobertos apenas com gazes umedecidas em soro fisiológico gelado. O retorno ao trabalho acontece entre 15-20 dias após a cirurgia. Poderá ainda haver equimoses (manchas roxas) e edema (inchaço) residuais, que regredirão mais rapidamente se forem realizadas sessões de Drenagem Linfática. A exposição direta ao sol deve ser evitada até as equimoses desaparecerem.

Perguntas Frequentes

Como é realizada a Blefaroplastia?

As incisões são feitas seguindo as linhas naturais das dobras das pálpebras superiores e logo abaixo dos cílios nas pálpebras inferiores. Através delas individualizamos as camadas palpebrais: pele, músculo e gordura. Em seguida, retira-se apenas o excesso de gordura das bolsas, e corrige-se a flacidez da pele e músculos. Naqueles pacientes que possuem frouxidão ligamentar, podemos fazer uma nova fixação desses ligamentos, o que chamamos de Cantopexia. As incisões são suturadas com fios cirúrgicos finos em plano intradérmico.

Onde ficarão localizadas as cicatrizes?

A cicatrizes das pálpebras superiores serão posicionadas nas dobras naturais já existentes, e as das pálpebras inferiores ficarão bem rentes aos cílios. A localização favorável das cicatrizes somada ao fato da região palpebral possuir a pele com a menor espessura do corpo, normalmente, tem como resultado cicatrizes discretas e pouco visíveis.

Quando os pontos serão retirados?

Iniciamos a retirada dos pontos entre 4-7 dias após a cirurgia.

Quando poderei usar maquiagem nos olhos?

A partir de 15 dias após a cirurgia, o que ajuda a disfarçar ainda mais as cicatrizes.

Como se dá a redução do inchaço após essa cirurgia?

A redução do edema depende de como cada paciente cicatriza. Alguns pacientes podem apresentar redução significativa logo ao final da primeira semana após a cirurgia. Em outros, o edema regride lentamente, podendo haver ainda locais residuais mesmo após 45 dias. Recomendamos sessões de Drenagem Linfática a todos(as) os(as) pacientes para otimizar a recuperação pós-operatória.

O pós-operatório é doloroso?

Geralmente não. Entretanto, sabemos que a dor é um sintoma subjetivo, portanto pode ser vivenciada de maneira diferente por cada paciente. Normalmente é bem controlada com os analgésicos prescritos.

O que faço para evitar a exposição solar nos primeiros dias após a cirurgia?

Pode-se utilizar alguns acessórios para este objetivo como chapéus e óculos escuros. Além disso, recomendamos a utilização de Filtros Solares com FPS acima de 40.

É verdade que as bolsas de gordura nas pálpebras inferiores podem ser retiradas sem ser preciso cortar a pele?

É sim. Quando se tem apenas pequenas bolsas de gordura não associadas a flacidez de pele nas pálpebras inferiores podemos realizar uma blefaroplastia transconjuntival. Neste procedimento, a incisão é feita por dentro da sua pálpebra inferior, sem deixar cicatriz visível.

Que tipo de complicações podem ocorrer neste tipo de cirurgia?

Este procedimento possui uma incidência de complicações muito baixa quando se prepara adequadamente cada paciente antes da cirurgia. Apesar de pouco frequentes podem ocorrer: deiscências das suturas (abertura precoce da cicatriz), infecção da ferida operatória, hematomas (acúmulo de sangue), seromas (acúmulo de líquido cicatricial), cicatrizes hipertróficas (largas), quelóides (cicatrizes altas e largas), entrópio (pálpebra inferior virada para dentro do olho) ou ectrópio (pálpebra inferior virada para fora do olho) precoce ou tardiamente.

Todos os Procedimentos