Contorno Corporal
SUSPENSÃO MAMÁRIA
Mastopexia

A cirurgia de suspensão das mamas é tecnicamente conhecida como Mastopexia e tem como objetivo tratar a ptose (queda) e flacidez mamárias. Neste procedimento, o excesso de pele (e tecido mamário se necessário) é removido, reposicionando-se o tecido mamário remanescente para um local mais apropriado. Podemos reduzir concomitantemente o tamanho das aréolas, caso se encontrem alargadas. Como resultado, a paciente terá seios remodelados e mais firmes, juntamente com um contorno mais harmonioso da região mamária.

Grandes perdas de peso, sucessivas gestações e o próprio avançar da idade contribuem para aumentar a flacidez das mamas. A maioria das pacientes que nos procura queixa-se que as mamas se tornaram pendulares. Outras referem que houve perda do volume e os seios se tornaram pequenos e caídos. Realizar apenas Mastopexia nestas pacientes pode não ser o suficiente, já que este tipo de cirurgia isoladamente não aumenta o volume das mamas (e em alguns casos pode até reduzi-lo). A colocação de implantes mamários (próteses de silicone) durante a Mastopexia é possível, sendo a melhor opção nestes casos, pois restaura o volume das mamas e proporciona um colo mais preenchido e natural.

Durante a consulta, você será perguntada sobre o tamanho e os aspectos visuais desejados das suas mamas. O tamanho e a forma, a qualidade de sua pele e a posição de seus mamilos e aréolas também serão avaliados. A análise criteriosa destes fatores e das suas expectativas pode indicar se a colocação dos implantes mamários é aconselhável para o seu caso.

Os exames pré-operatórios incluem: sangue, urina, ultrassonografia mamária/mamografia, eletrocardiograma, radiografias do tórax.

As anestesias mais frequentemente utilizadas são: peridural ou geral.

A duração média da cirurgia é de 3 a 4 horas, com internação por 12 ou 24 horas a depender de cada caso. Ao final da cirurgia, haverá drenos (temporários) e curativo compressivo. A paciente terá alta usando sutiãs pós-operatórios, e manterá o uso dos mesmos por 60 dias. A movimentação do braço deverá ser um pouco mais limitada nos primeiros 30 dias.

Perguntas Frequentes

Como é realizada a Cirurgia de Suspensão Mamária?

O excesso de pele é retirado, e o tecido mamário é acomodado mais superiormente, conferindo um novo formato para a mama. Em seguida, reposicionam-se as aréolas para área de maior projeção da mama (no centro). Os suprimentos vascular e nervoso das aréolas são preservados. O tamanho final das cicatrizes varia de acordo com o grau de flacidez mamária. Mamas com pouca flacidez podem ter cicatrizes apenas circundando a aréola e uma vertical descendente (conhecida como “pirulito” ou “raquete”). Já aquelas com maior grau de flacidez terão as cicatrizes horizontais nos sulcos inframamários somadas às periareolares e verticais (em formato de “L” ou de “T” invertido).

Eu tenho mamas grandes e pesadas. Também posso ser submetida à Cirurgia de Suspensão Mamária?

Para casos como este é mais recomendada uma redução de mama, já que neste procedimento retira-se o excesso de pele e tecido mamário ao mesmo tempo em que se posicionam as aréolas mais superiormente.

As cicatrizes podem ficar mais visíveis?

As cicatrizes apresentam modificações ao longo do tempo e cada paciente comporta-se diferentemente do outro em relação à evolução das cicatrizes, podendo na maioria dos casos tornar-se muito pouco visíveis.

Certas pacientes podem apresentar tendência individual à cicatrização inestética, hipertrófica ou quelóide. Este fato deverá ser discutido durante a consulta inicial, bem como, suas características familiares. Se você souber previamente da sua tendência para quelóide, o tratamento especializado será instituído de 24 a 72 horas após a cirurgia, entre outros recursos. Pessoas de pele clara tendem a desenvolver este tipo de cicatrização menos frequentemente.

Quais complicações podem acontecer?

Desde que preparemos adequadamente cada paciente, as complicações para essa cirurgia são pouco frequentes. Mesmo assim, são passíveis de ocorrer: deiscências de sutura (abertura precoce dos pontos), seroma (acúmulo de fluido claro), hematoma (acúmulo de sangue), infecção, alterações da sensibilidade (temporária na maioria das vezes), contratura capsular, cicatrizes hipertróficas/quelóides.

Todos os Procedimentos